Gestão Escolar Principais Conceitos e Sistema Delta SGE

Gestão Escolar: Principais Conceitos!

A gestão escolar é uma forma de administrar o todo da escola.

Isto quer dizer que a gestão buscar atender as exigências de todos os setores que envolvem essas práticas, desde funcionários, estrutura física da escola até em relação aos pais e alunos e o clima destes com o ambiente educacional.

Além disso, é preciso adequar ao que a sociedade impõe para cada indivíduo. Ou seja, os educadores têm a missão de formar cidadãos íntegros, de opinião, críticos sobre a realidade em que vivem e ainda o auxiliar no desenvolvimento de suas habilidades e competências, naturais e aprendidas com o passar do tempo.

Com certeza não é uma tarefa fácil, contudo, é necessária.

Dessa forma, a gestão escolar procura oferecer todo esse suporte ao aluno e também ao professor e demais funcionários, para que todos possam caminhar na mesma direção e obter bons resultados durante e no final do processo, permitindo com isso que toda a instituição ganhe e avance norteada na excelência educacional.

Existem três conceitos principais dentro da abordagem de gestão de pessoas em uma instituição.

Elas são conhecidas como:

  1. Gestão administrativa
  2. Gestão pedagógica
  3. Gestão de recursos humanos.

O funcionamento dessas três áreas é de forma integrada, na qual todas se comunicam entre si.

Nos próximos tópicos cada tipo de gestão será apresentado para melhor entendimento das áreas, como atua dentro da escola e a importância que tem.

É preciso ter esse conhecimento porque ajudará e muito na relação com as pessoas dentro da instituição e com certeza trará excelentes resultados para a escola como um todo.

1 – Conceito de gestão escolar: Gestão Administrativa

Essa á a parte mais burocrática dessa história. Aqui o gestor terá que olhar para as questões que envolvem a estrutura, condições e organização física e também legal do lugar.

É preciso investigar se há a necessidade de fazer algum tipo de reforma no prédio e salas de aula; observar as carteiras, mesas, cadeiras, lousas, livros e demais objetos qual o estado em que se encontram e trocar caso aja a necessidade.

Equipamentos de som, televisores e computadores devem sempre ser testados para que não acontece nenhum problema quando forem usar.

No campo institucional, a gestão escolar terá presença marcada em sua atuação. Porque existem as leis que regem os direitos e deveres de cada cidadão, sendo de extrema importância o gestor conhecê-las assim para poder colocar em prática o que está disposto nas leis. Cabe ao diretor receber as informações e em conjunto com os outros setores, fazer a aplicação das disposições legais, mediando todo o processo.

A administração da escola também fica encarregada de cuidar dos recursos financeiros e dos gastos do ano.

Saber controlar o dinheiro que entra e distribui-lo adequadamente nas necessidades do local, é essencial para uma boa gestão financeira, nesta etapa entra o papel de um sistema de gestão escolar, que dará todos os subsídios para que o processo seja otimizado e integrado.

Inadimplências de alunos não são toleráveis e terão que ser vistas pela administração da instituição.

Os problemas que esse tipo de contratempo pode gerar são diversos, acarretando complicações não apenas para a escola, mas também ao próprio aluno.

Para contornar esse tipo de situação, medidas devem ser tomadas o quanto antes. O Delta SGE Sistema de gestão escolar auxilia no controle e acompanhamento de todos os dados financeiros da instituição, fornecendo informações precisas sobre cada aluno e relatórios gerenciais, que permitem a tomada de decisões no tempo correto.

Todas as estratégias de atuação das práticas escolares e demais informações administrativas devem estar presentes no Plano Político Pedagógico de Gestão Escolar e descritas no Regime Escolar.

2 – Conceito de gestão escolar: Gestão Pedagógica

Considerada dentre as três a mais fundamental e significativa, a gestão pedagógica tem o intuito de dar atenção maior para área de educação, em outras palavras da escola, propriamente dita, e da parte educacional.

Aqui, os profissionais se reúnem para discutir melhor quais os objetivos específicos e gerais em relação aos métodos de ensino e aprendizagem dos alunos.

A definição da abordagem da prática leva em consideração os objetivos estabelecidos e o perfil daquele público com o qual irão trabalhar. Os conteúdos curriculares são elaborados e as metas para o ano são traçadas.

Outra função dentro da gestão pedagógica é a de fazer o acompanhamento e a avaliação do rendimento do que foi planejado anteriormente.

Dentro das estratégias, objetivos e metas verificar se foi possível alcançar bons resultados, caso o contrário, entender os motivos que levaram a um não aproveitamento total desses requisitos.

Também é feita a avaliação do desempenho escolar durante todo o ano letivo dos alunos, dos professores e dos demais funcionários que compõe a esquipe escolar. Olhar sempre para o todo da instituição, e não para suas partes isoladas.

Para que este processo esteja sempre íntegro e abalizado em dados corretos, faz-se necessário ter todas as informações integradas e disponíveis para análises e tomadas de decisões, neste contexto o Delta SGE permite de forma segura e ordenada, a disseminação de processos para coletas de dados, tratamento e elaboração de consultas baseadas em relatórios específicos para a coordenadoria, direção, supervisão e corpo docente.

As especificidades sobre o que se espera de cada área são descritas dentro do Regime Escolar, incluídas no Projeto Pedagógico e apresentadas aos integrantes da instituição, a fim de que todos tomem conhecimento de suas atribuições nesse ambiente e durante um ano de convívio.

O papel de diretor dentro da escola é essencial, principalmente quando o assunto envolve a gestão pedagógica. Ele é considerado o responsável por levar o campo pedagógico rumo ao sucesso, ou fracasso; e recebe o apoio do Coordenador Pedagógico que irá ajudar na elaboração e aplicação dos projetos e planos.

3 – Conceito de gestão escolar: Gestão de Recursos Humanos

Vista por muitos como o campo mais sensível dentro da gestão escolar, os recursos humanos possuem o objetivo de trabalhar com os relacionamentos entre pessoas, de forma direta, dentro da instituição.

Este fato ocorre por conta de que não é fácil manter várias pessoas trabalhando motivadas e satisfeitas, sem nenhum problema ou obstáculo pelo caminho. Saber contornar as dificuldades e as complicações do cotidiano e das relações entre os sujeitos é realmente uma tarefa para poucos.

É necessário buscar manter o diálogo e um bom relacionamento com os alunos, professores, equipe de funcionários da escola e pais ou responsáveis; pois grande parte dos problemas dentro de uma instituição ocorrem devido a uma má comunicação ou até mesmo por falta de informações sobre determinado assunto.

A respeito dos funcionários, o gestor deve procurar fazer com que se sintam bem dentro do ambiente profissional. As vitórias e os fracassos devem ser compartilhados com o todo escolar, para que assim possam se sentir os responsáveis pelo resultado obtido no final.

Esta entrada foi publicada em Gestão Escolar e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *